Programa de Compliance, um programa para a vida!

Compliance
Programa de Compliance, um programa para a vida!

O Programa de Compliance tem se mostrado uma ferramenta essencial para garantir a ética, a integridade e a transparência nas organizações.

Além de cumprir com obrigações legais e regulatórias, o Compliance desempenha uma função social relevante, promovendo a responsabilidade corporativa e contribuindo para uma sociedade mais justa e sustentável.

Neste artigo, exploraremos a importância da função social do Programa de Compliance e seus impactos positivos para a empresa e a comunidade.

Responsabilidade corporativa e ética empresarial:
Uma das principais contribuições do Programa de Compliance é fomentar a responsabilidade corporativa, incentivando as empresas a agirem de forma ética e transparente em todas as suas operações. Por meio de políticas, procedimentos e treinamentos, o Compliance estabelece diretrizes claras para evitar comportamentos antiéticos, como corrupção, fraudes e lavagem de dinheiro. Ao adotar práticas de Compliance, as empresas demonstram seu compromisso com a responsabilidade social, promovendo uma cultura organizacional baseada na ética e na transparência.

Combate à corrupção e promoção da integridade:
O Programa de Compliance desempenha um papel fundamental no combate à corrupção. Através da implementação de controles internos robustos, o Compliance ajuda a prevenir subornos e desvios de conduta, protegendo a empresa de práticas ilegais e danosas. Além disso, ao adotar políticas de due diligence e programas de treinamento, as organizações são capazes de identificar e mitigar os riscos de corrupção em suas cadeias de fornecimento. Dessa forma, o Compliance contribui para a construção de um ambiente empresarial íntegro, estimulando a concorrência justa e promovendo a igualdade de oportunidades.

Transparência e confiança nos negócios:
A implementação de um Programa de Compliance eficaz fortalece a transparência nas relações comerciais. Ao estabelecer políticas claras de divulgação de informações e garantir a conformidade com as regulamentações pertinentes, as empresas ganham a confiança de seus parceiros comerciais, investidores e clientes. A transparência promovida pelo Compliance proporciona maior previsibilidade e segurança nas transações comerciais, reduzindo riscos e incertezas.

Impactos positivos na comunidade:
O Programa de Compliance não se limita ao âmbito interno da empresa, mas também tem impactos positivos na comunidade. Ao adotar práticas éticas e responsáveis, as organizações contribuem para o desenvolvimento socioeconômico, promovendo a geração de empregos, o respeito aos direitos humanos e a proteção do meio ambiente. Além disso, o Compliance pode envolver programas de responsabilidade social corporativa, nos quais a empresa se engaja em iniciativas que beneficiam a comunidade, como projetos sociais, doações e programas de voluntariado.

Vejam, a maior parte das vezes dizemos que o Compliance é um “conjunto” de regras, políticas e procedimentos, por outro lado, eu acredito muito que o Compliance está para além de ser “apenas” um conjunto de regras e regulamentos a serem seguidos. É uma cultura que permeia todas as áreas da organização e tem um impacto direto nas vidas das pessoas envolvidas.

O programa de Compliance contribui para o bem-estar dos colaboradores em todos os níveis e camadas hierárquicas, dos fornecedores e de todas as partes interessadas.

Créditos: Glades Chuery | Conselheira Fiscal Certificada pelo IBGC | Conselheira Consultiva certificada pelo ConCertif.

Reprodução: NewsLetter | Mães na Governança

Fonte: https://www.linkedin.com/newsletters/m%25C3%25A3es-na-governan%25C3%25A7a-6946178590543622144/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Conteúdos relacionados